ARTIGOS

Aprenda a estudar leis para concurso público

Estudar leis para concurso é uma parte delicada que exige bastante atenção. Isso porque as leis podem ser muito complicadas de entender e, em principal, para decorar, porque o grande volume de artigos e números detalhados pode deixar o concurseiro bastante aflito.

Além disso, algumas bancas cobram não só a lei bruta, mas também diversos decretos complementares que possuem informações relevantes para o cargo pleiteado. 

Pensando nisso, separei algumas dicas importantes para te ajudar na hora de estudar as temidas leis. 

Dicas para estudar as leis para concurso público 
Para estudar as leis para concurso público, de início, é preciso conhecer a legislação dos concursos, portanto, essa disciplina é uma das cobradas na prova.

É muito comum que o candidato a concurso se sinta perdido ao ler o edital da prova. Afinal, são diversas informações que devem ser assimiladas. O ideal, nesses casos, é ir por partes.

Vamos te dar algumas dicas sobre como estudar as leis para concurso público. Separamos cinco delas para te ajudar a ser aprovado no exame desejado. Confira:

  1. Leia com atenção o edital 
    A leitura do edital com atenção fará você estudar as leis para concurso público corretamente. Portanto, esse é o primeiro passo fundamental para se dar bem na prova. Afinal, como você vai estudar para algo que não sabe o que é?

O ideal aqui é destacar no edital o conteúdo que fala sobre as leis. Dessa forma, você vai dar mais atenção nessa parte durante o seu processo de aprendizagem. 

Separe as leis por tipo, pois cada concurso público tem as suas leis específicas. Após fazer essa separação, faça o planejamento do seu processo de estudos. 

A dica aqui é: separe os itens de cada uma como lei, código, legislação correlata e regimento. 

Preste atenção na data de publicação do edital, pois determinada lei pode sofrer alteração durante o seu processo de estudos. Para esses casos, só será cobrado o que está mencionado no edital!

  1. A estrutura da legislação a ser estudada
    Para facilitar o seu entendimento sobre determinada legislação, conheça a sua estrutura. Portanto, em primeiro lugar, saiba se ela é federal, estadual ou municipal.

Essa informação aparece no parágrafo de introdução de cada lei. Depois disso, leia brevemente, mas com atenção, os títulos, capítulos e seções de cada lei. Assim a assimilação do conteúdo ficará mais fácil. 

  1. Tenha o material certo de estudos para as leis para concurso público 
    Busque por material de qualidade e fique atento se ele está atualizado, especialmente se a sua procura é feita pela internet. Pense sempre que a sua aprovação está em cheque, então, todo cuidado é pouco.

Veja algumas fontes efetivas e que sempre estão atualizadas:

Leis Federais, pesquise no site do Planalto;
Leis Estaduais, a busca é no site do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa;
Leis Municipais, em sites da Prefeitura e da Câmara Municipal.
No entanto, apesar de termos dado a você essa dica, compare as leis com outras fontes, prestando atenção se ela está atualizada. 

Faça uma pesquisa, por exemplo, de um Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. No caso, deve procurar no site da instituição e buscar pela norma a ser aprendida.

  1. Meios de estudo 
    Sabemos que cada um tem o seu método de estudos para as leis para concurso público. Ainda assim, separamos abaixo algumas formas eficientes:

Marque e anote
O ato de marcar os tópicos que são mais importantes facilita a sua revisão do conteúdo. Porém, cuidado para não sair colorindo tudo o que ler.

Além disso, anote com suas palavras cada tópico marcado. Isso é algo que vai melhorar a sua compreensão do trecho. 

Use suas próprias palavras, assim você treina o seu grau de compreensão da lei. 

É uma forma também de você ver que é possível expor um tema de várias formas. Retorne sempre às suas anotações para revisá-las. 

Fontes de leis comentadas 
Se você ainda tem dúvidas, uma boa ajuda é a pesquisa por leis comentadas. Afinal, diversos concurseiros fazem isso para facilitar o entendimento. Existem alguns cursos especializados que também usam essa técnica.

Há muitos textos e vídeos na internet sobre as leis para concurso público. Isso ajuda a reforçar sua rotina de estudos. Mas atenção: tenha cuidado com a confiabilidade do site pesquisado.

Além de vídeos e textos, podem ser usados também como fontes reportagens, notícias e resumos. A ideia é que sejam sempre especialistas que comentem as leis.

Utilize material de apoio
Os materiais de apoio são excelentes para estudar as leis para concurso público. Por exemplo, ter um dicionário jurídico ajuda a compreender algumas palavras que são mais complexas. 

Não busque somente na internet. Se tiver livros ou revistas que te ajudem a estudar, use-os. 

Organize sua rotina de estudo
Organização no momento de estudar é tudo. Faça uma planilha, anote em um planner, caderno ou o que desejar, separando os dias e horários de cada disciplina que será estudada.

A dica é: priorize a leitura da legislação no início. Por ter termos técnicos e ser bem complexa, requer maior concentração. 

Assim, seu rendimento será melhor. Não se esqueça de colocar essa parte importante em sua rotina de estudos para as leis para concurso público. 

Lembre-se: uma pausa para uma água ou um café são sempre excelentes. Mente cansada não absorve nenhum conteúdo. 

  1. Faça as provas anteriores do concurso pretendido 
    Treinar é essencial. Quando o assunto é estudar para as leis para concurso público, fazer as provas anteriores do concurso pretendido é uma excelente estratégia. Essa é uma forma de aumentar suas chances de aprovação.

Assim você vai entender na prática como resolver as questões no dia da prova. Vai ver como é o exame e conseguir calcular quanto tempo usa em cada questão.

Esse mecanismo é uma maneira de você analisar com calma as possíveis pegadinhas existentes na avaliação. Elas confundem o candidato.

Veja o exemplo abaixo:

Essa é uma parte do Estatuto da Criança e do Adolescente:

“Artigo 6°: é proibido qualquer trabalho a menores de quatorze anos de idade, salvo em condição de aprendiz.”

A palavra salvo quer dizer “exceção”. Mas esse termo pode gerar confusão na hora de realizar a prova. 

  1. O ideal é imprimir a lei na íntegra 
    Essa é uma excelente dica para quem precisa estudar e decorar certas leis. Imprimir e ler a lei na íntegra é importante porque você poderá ter a dimensão do conteúdo total. É importante que os decretos complementares também sejam anexados, para facilitar seu processo de estudo. 

Mas não pegue a lei em qualquer lugar. Para ter certeza de que o conteúdo impresso é fidedigno, busque utilizar os sites oficiais dos órgãos. Se for uma lei federal, utilize o site do planalto. 

No caso de leis estaduais, vá em sites do Governo do Estado e Assembleia Legislativa; já para leis municipais, confira os sites da Prefeitura e da Câmara Municipal.  

É importante frisar que alguns resumos e vídeo aulas disponíveis na internet podem ser de grande suporte na hora do estudo, porém raramente esses conteúdos abordam a lei na íntegra.

Por isso, é importante ter em mãos o material total, para não correr o risco de deixar passar batido coisas importantes. 

  1. Leis para concurso: fique por dentro do principal 
    Isso também deve ser considerado durante seus estudos. As bancas costumam cobrar mais determinados artigos, outras focam nos decretos etc. 

Daí surge a importância de saber quais os conteúdos mais cobrados pela banca do seu concurso, dessa forma você não corre risco de focar naquilo que não é tão relevante. 

Uma maneira de saber o que a sua banca mais cobra, além do edital, é através de exercícios de concursos passados. 

Certas bancas costumam cobrar artigos específicos, por isso, é bom estudar o estilo adotado pela instituição em que fará o seu certame. 

Vale lembrar que isso não quer dizer que você deva estudar só aquilo que mais cai, e sim que deve dar maior atenção a esses pontos. 

  1. Jurisprudência 
    A jurisprudência nada mais é do que o entendimento judicial sobre aquela lei. Alguns concursos costumam ir além daquilo que está escrito, e pedem que o candidato entenda também como aquela lei é aplicada na prática pelo poder judiciário. 

Tudo isso vai de acordo com o concurso que você está prestando. No caso de cargos do ramo jurídico, é comum que se exija uma compreensão mais ampla da lei, já alguns outros não costumam ir muito além, daí a importância de estar por dentro da banca e do edital. 

  1. Fique atento às técnicas de memorização 
    Existem diversas formas usadas para memorizar ou estudar as leis, e você deve saber aquela que melhor funciona para você. Aqui vão algumas mais populares:

Marca-texto: o uso de canetas marca-texto costuma ajudar bastante na hora de estudar as leis. Quem tem facilidade e afinidade com as cores pode obter sucesso com esse método, que consiste em grifar as partes mais importantes. 

Post-It: essa técnica também utiliza cores, mas em papel. Os pequenos bloquinhos coloridos podem ser de grande auxílio. Uma tática comum é utilizar uma cor para cada disciplina. 

Mapa Mental: o mapa mental é um tipo de diagrama que utiliza apenas palavras-chave ou frases bem curtas, que podem ajudar na memorização. Muitas pessoas também utilizam setas e outras formas geométricas na construção do mapa, para obter maior eficiência na hora de relembrar. 

Resumos: os resumos são a opção mais tradicional para os estudos, mas costumam garantir êxito para muitos concurseiros. A tática consiste em ler todo o conteúdo bruto e fazer resumos que te ajudarão a revisar e memorizar os assuntos mais importantes. 

Mnemônico: essa técnica consiste na elaboração de suportes como esquemas, gráficos, símbolos, palavras ou frases que ajudam na memorização de conteúdos. Um exemplo popular no Direito Administrativo é o LIMPE (Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência), os princípios da administração pública. 

Canções: isso mesmo! Na hora de memorizar vale tudo, inclusive cantar uma musiquinha. Pode parecer estranho para algumas pessoas, mas fazer canções com ritmos chiclete pode ser de grande auxílio para que aquela lei não saia da sua cabeça nunca mais.

Conclusão 
Para estudar as leis para concurso público, é essencial ter concentração e determinação. Até porque, não é um conteúdo fácil. Por isso, mantenha a calma.

Com o passar do tempo, o que você não entendia será mais fácil de compreender. 

Gostou do conteúdo? Aplique tudo o que aprendeu e bons estudos!


Fonte: Agnaldo Bastos Advocacia Especializada

Disponível em: https://concursos.adv.br/leis-para-concurso/

Mais emARTIGOS