NOTÍCIAS

Aneel multa empresa de energia em R$ 3,6 milhões por apagão no AP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) multou a concessionária Linhas de Macapá Transmissora de Energia em R$ 3,6 milhões pela interrupção de energia ocorrida no final de 2020, no Amapá.

Essa é a maior multa já aplicada pela agência, e a concessionária ainda pode recorrer.

Por meio de nota, a concessionária já adiantou que vai recorrer da decisão, e que as causas do apagão que atingiu o estado no dia 3 de novembro de 2020 estão sendo apuradas.

A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informou à reportagem que a distribuição de energia segue normalizada, mas confirmou a existência de problemas cotidianos de falhas em pontos isolados e em alguns municípios do interior – situação anterior ao apagão de novembro.

De acordo com a companhia, ligações clandestinas e desvios de energia impactam diretamente no desempenho da CEA, que deverá ser privatizada até o fim deste ano.

Em novembro do ano passado um apagão atingiu 13 das 16 cidades amapaenses por mais de 80 horas.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, um curto-circuito provocou um incêndio em um dos transformadores, o que pode ter resultado no apagão.


As informações e o áudio são da Agência Brasil / Por Graziele Bezerra

Mais emNOTÍCIAS