JUSTIÇA

Ministério Público deflagra Operação Dinheiro Sujo no Distrito Federal

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) deflagrou na manhã de ontem (4) a Operação Dinheiro Sujo para investigar supostas irregularidades em gestões anteriores da Secretaria de Saúde local. Foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão na capital federal e em São Paulo, no Maranhão, no Paraná e em Santa Catarina. 

Os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) investigam irregularidades em contratações emergenciais de empresas que prestaram serviços de lavanderia hospitalar em 2014. 

De acordo com as apurações preliminares do Gaeco, os membros do suposto grupo criminoso teriam forjado situação de calamidade para justificar a dispensa de licitação e direcionar a contratação para os investigados. 

Os mandados foram autorizados pela Justiça do DF e foram cumpridos com auxílio da Polícia Civil de São Paulo e do Gaeco dos estados onde as diligências foram realizadas. 


As informações são da Agência Brasil

Guilherme Peara

Advogado e empresário na área da Comunicação. Graduado em Direito pela PUC Goiás, pós-graduado em Gestão Estratégica de Marketing pela HSM University.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo